Assuntos de Goiás TV

sábado, 14 de janeiro de 2017

Ação da PF contra fraude na Caixa tem como alvos Geddel Vieira Lima e Eduardo Cunha  – Assuntos de Goiás | Questão Brasil

A Polícia Federal saiu às ruas na sexta-feira (13) para cumprir sete mandados de busca e apreensão em uma operação para apurar um esquema de fraudes na liberação de créditos junto à Caixa Econômica entre 2011 e 2013. 

Policiais fizeram buscas, em Salvador, em imóvel do ex-ministro do PMDB Geddel Vieira Lima, que é um dos alvos da operação. Ele foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa no período investigado pela PF. 

Os mandados foram cumpridos, além da Bahia, em endereços residenciais e comerciais nos estados do Paraná, São Paulo e do Distrito Federal.

A ação desta sexta, batizada de Cui Bono, se baseia em informações encontradas em um celular em desuso apreendido pela polícia em dezembro de 2015 na residência oficial do presidente da Câmara. 

Na época, era o deputado cassado Eduardo Cunha que morava no local.

A apreensão do celular ocorreu durante busca e apreensão realizada na Operação Cantilinárias, da qual a Cui Bono é um desdobramento. 

Os mandados da operação Cui Bono foram expedidos pela 10ª Vara Federal do DF. Inicialmente, as decisões sobre as investigações ficavam a cargo do Supremo Tribunal Federal (STF). 

No entanto, após a cassação de Cunha, o caso foi remetido para a Justiça Federal porque ele perdeu foro privilegiado.


 As informações são do G1

cunha

Seguidores

Na web